domingo, 21 de abril de 2019

Os videojogos portugueses [parte 2]

Depois de termos espreitado os videojogos portugueses da era do ZX Spectrum, assistimos agora à fase que se seguiu, e da transição da disquete para os CD-ROMs. :)

sábado, 20 de abril de 2019

Falha no Origin permitia execução remota de comandos


A EA volta a estar à altura da má-fama conquistada por conta de se intrometer demasiado no sistema, com o seu Origina ter uma vulnerabilidade flagrante que dava a um atacante a possibilidade de executar o que desejasse no computador da vítima.

Quem desejar jogos da Electronic Arts tem obrigatoriamente que instalar o seu Origin, um programa que não só faz a gestão dos jogos como também adiciona processos extra a funcionarem permanentemente no computador dos utilizadores - mesmo que não se esteja a executar o Origin. Uma das coisas que também faz é interferir com o funcionamento dos browsers, adicionado o processamento de endereços origin:// e foi precisamente este o problema.

A EA não estava a validar ou limitar a capacidade do que podia ser feito através destes endereços, permitindo que um atacante os utilizasse para executar qualquer coisa que bem entendesse: de programas já existentes no computador, a scripts maliciosos que o pudessem infectar e dar-lhe total controlo sobre a máquina.


Tudo o que era necessário era que uma pessoa com o Origin instalado (em PC) clicasse num link malicioso; ou que visitasse uma página que tirasse partido de outras falhas para simular o click.

A Origin já corrigiu esta falha no início da semana, pelo que por agora os jogadores estarão a salvo... até ser encontrada a próxima. :P

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Sony PS5 vai suportar 8K, raytracing e vem com SSD


Com os rumores incessantes sobre a próxima PlayStation, é agora a vez da Sony revelar um pouco sobre o que se poderá esperar da futura PlayStation 5.

Antes de mais, importa começar por dizer que não vale a pena começar a arranjar espaço na sala para a nova PlayStation 5 desde já. A PS5 só deverá chegar ao mercado em 2020, o que nos dá tempo para começarmos a poupar, o que será recomendável considerando que esta deverá ser a mais cara PlayStation de sempre, o que facilmente se percebe quando se começa a ouvir o que a Sony planeia.

A PS4 foi/é uma consola de grande sucesso da Sony, e que já deu origem à versão melhorada PS4 Pro. Mas para a PS5 a Sony não quer que seja dado apenas mais um passo evolutivo, mas sim um verdadeiro salto de gigante. Com alguns kits de desenvolvimento já nas mãos de alguns estúdios, e que explicam a vaga de rumores que se tem tido nos últimos tempos, a Sony sabe que há coisas que já não vale a pena esconder.


A PS5 vai recorrer a um CPU octa-core de 7nm da AMD baseado na 3ª geração dos Ryzen, a par de um GPU baseado nos Radeon Navi com aceleração para raytracing para permitir um maior realismo das imagens. Temos também aceleração por hardware para som 3D e, para livrar os jogadores das irritantes demoras no carregamento dos jogos: um SSD! Em jeito de demonstração, uma transição no jogo Spider-man que numa PS4 demora 15 segundos, passa a demorar apenas 0.8 segundos num dos kits de desenvolvimento da PS5! Esperemos que a PS5 possa sinalizar o fim dos tempos de carregamento - algo pelo qual há muito lutamos. A Sony diz que não é "apenas" um SSD, mas sim um sistema que permite transferências muito mais elevadas que qualquer SSD disponível actualmente para PCs, e que abrirá todo um novo mundo de possibilidades para os developers, que ficarão livres das limitações de velocidade do disco da PS4.


A Sony confirmou ainda que a PS5 continuará a suportar discos físicos, terá compatibilidade com os jogos da PS4, suportará resoluções 8K, e também poderá utilizar os óculos PS VR actuais - embora seja quase certo que a Sony terá uma nova geração de óculos PS VR melhorados para acompanhar o lançamento desta consola. No gamepad, espera-se que o controlador DualShock avance da superfície sensível ao toque para um ecrã touchscreen.



Considerando as novas apostas que têm sido feitas a nível de streaming de jogos - como o Stadia da Google, a par das propostas da própria Sony, e outras que serão apresentadas em breve, como a da Microsoft - vai ser interessante ver como é que o mercado, no próximo ano, irá reagir a mais uma PlayStation. Uma coisa é certa... não deverão faltar jogos que nos irão deixar com muita vontade de estourar os 500 euros que se estima que a consola vá custar - e que os rumores indicam que será um valor 100 euros abaixo do preço de custo, sinalizando o investimento que a Sony está disposta a fazer para manter os "clientes".

quinta-feira, 18 de abril de 2019

Ubisoft dá Assassin's Creed Unity gratuito


Como gesto de solidariedade devido ao incêndio que destruiu a catedral de Notre Dame em Paris, a Ubisoft está a disponibilizar o Assassin's Creed Unity gratuito - o jogo passado na revolução francesa e que recriou a catedral com enorme detalhe, tanto no exterior como no interior.

E para não se pensar que é apenas uma forma de auto-promoção, a Ubisoft fez um donativo de 500 mil euros para ajudar na sua reconstrução, para além de disponibilizar todos os scans e informação recolhida da catedral para fazerem o jogo.



quarta-feira, 17 de abril de 2019

Xbox One S All Digital chega em Maio por €229


Ainda são rumores, mas parece ser cada vez mais certo que a chegada da Xbox One S sem drive óptico acontecerá já no próximo mês, com preço a começar nos 229 euros.

Actualização:é oficial.

Há muito que se tem falado que a MS está a preparar uma Xbox One que abandone o drive óptico para se ficar exclusivamente na compra digital de jogos. Esta Xbox One S All Digital virá com um disco de 1TB, mantendo suporte para conteúdos 4K e HDR, e que poderá contar com três jogos pré-instalados: Minecraft, Sea of Thieves e Forza Horizon 3 (este último, sem dúvida para incentivar a compra do Forza Horizon 4). A consola em si não deverá ter alterações, a nível de desempenho, das restantes Xbox One S.

Embora por um lado se possa sentir um pouco de nostalgia pela perda dos jogos em suporte físico, a verdade é que nesta altura isso já não passa de uma ilusão. Mesmo comprando-se um jogo físico continuamos a estar sujeitos a gigabytes e mais gigabytes de actualizações assim que o jogo acaba de ser instalado - e também este último ponto, a obrigatoriedade de instalar os jogos para o disco rígido, torna completamente irrelevante a existência do jogo no drive óptico.

A Xbox One S All Digital deverá ser lançada a 7 de Maio na Europa, e deverá ser acompanhada de um programa de troca de jogos físicos por versões digitais.


Daqui por uns meses teremos também a nova modalidade Xbox Game Pass Ultimate, que combina os serviços Xbox Live Gold e Xbox Game Pass.


O preço oficial de $14.99/mês não parece ser muito apelativo face aos preços promocionais a que se conseguem arranjar estes serviços em separado... mas veremos que preços efectivos é que o serviço combinado terá quando chegar ao mercado.
Related Posts with Thumbnails