domingo, 22 de janeiro de 2017

Super Mario Run chega ao Android em Março


Depois do lançamento hiper-bem-sucedido para iOS, com 40 milhões de downloads em apenas 4 dias, o Super Mario Run já tem data oficial para a chegada aos dispositivos Android: Março.

Sem dúvida que também nos Android o jogo será um enorme sucesso a nível de downloads na fase de lançamento... mas a grande questão é se esse sucesso inicial se traduzirá em sucesso continuado, considerando que, ao contrário do que acontece nas consolas da Nintendo, num smartphone Android não faltam milhares de jogos a competir por atrair a atenção dos jogadores, e há muitos estúdios que já aprimoraram a "receita" de conseguir viciar os jogadores (veja-se o caso de jogos como Clash of Clans e Clash Royale, da Supercell).

Claro que a Nintendo também não é uma novata nisto dos jogos, e sem dúvida que terá a capacidade para se adaptar rapidamente... Quando muito podemos criticar o facto de ter tardado em reconhecer que teria mais a ganhar ao abraçar as plataformas concorrentes e lançando jogos de qualidade para Android e iOS... do que tentar ignorar a ameaça. Para toda uma nova geração de jogadores, este Super Mario será apenas "mais um jogo" que chega aos seus smartphones, e que até tens uns elementos que parecem ter sido "copiados" do Flappy Bird... ;P

Veremos em Março que tal o jogo se comporta... mas não ajudará o facto de necessitar de uma ligação constante à internet para se poder jogar! Até lá, podem fazer o pré-registo na Play Store para receberem a notificação quando o Super Mario Run ficar disponível.

sábado, 21 de janeiro de 2017

Nintendo Switch não trará suporte Joy-Con que carrega os controladores


Se ficaram desapontados com o preço de 329 euros da Nintendo Switch, preparem-se pois a despesa não se vai ficar por aí, pois o pacote da consola nem sequer trás o suporte para os Joy-Cons que os permite carregar.

A Nintendo precisa que a Switch seja um sucesso, mas infelizmente parece estar a dificultar a vida a todos aqueles que não sejam fãs de longa data da marca nipónica. Para além do preço "puxado" da Switch, e do preço também "puxado" dos acessórios, eis que se descobre que o suporte para os Joy-Cons que vem incluído no pacote da consola nem sequer é a versão que permite recarregar os mini-controladores.

Os Joy-Cons são os versáteis mini-controladores da Switch, que podem ser usados individualmente e até por dois jogadores separados (nota, ter em conta que o seu tamanho é mesmo reduzido), mas que também podem/devem ser utilizados em conjunto, encaixados num suporte que os transforma num controlador com formato mais tradicional.


A Switch vem com um desses suportes incluídos, mas infelizmente é uma versão que nem permite recarregar os Joy-Cons, que terão que ser removidos do suporte e recarregados de forma independente. Quem quiser ter a comodidade de os recarregar de uma só vez, terá que comprar um suporte "especial" que, que terá um preço de cerca de 30 euros.

Infelizmente isto não é caso único (lembro-me, por exemplo, de que na Xbox One o gamepad nem sequer tinha bateria recarregável, tendo que ser comprado à parte) mas é daqueles pormenores que em nada contribui para melhorar a imagem da marca perante os potenciais clientes. Para além de que faz com que o custo da Nintendo Switch passe de 329 para 359 euros para quem pensar utilizá-la principalmente em casa e com os Joy-Cons no suporte... e não quiser andar constantemente a removê-los e recolocá-los de cada vez que necessitar de os recarregar.

E a Nintendo que não venha dizer que a diferença de custo entre ambos os suportes era de tal ordem que justificava ter criado duas versões...

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

WarFriends


A Chillingo volta ao ataque, desta vez a tentar enfrentar a concorrência de jogos como Clash Royale e do mais recente Star Wars: Force Arena, apresentando este WarFriends, um jogo de estratégia e guerra 1 contra 1 online, que podem encontrar grátis na App Store.


Numa mistura brilhante de géneros, onde temos de nos proteger e andar a correr com o nosso herói entre escudos e protecções, ao mesmo tempo temos cartas para jogar, que nos permitem destacar diferentes tropas para o terreno para nos ajudar na luta. Existe um modo de jogo onde podemos realizar missões heróicas, onde podemos treinar as nossas capacidades jogando contra a inteligência artificial, mas o que interessa aqui são os combates PvP online 1 contra 1, onde teremos que derrotar o herói do lado oposto da "arena".

O jogo é mesmo muito interessante e está muito bem concebido. Arrastando o dedo para os lados sobre o nosso herói permite-nos mudar de posição defensiva (essencial para quando vemos o aviso de granada atirada pelo inimigo), e colocando o dedo no ecrã faz com que este se transforme numa mira, para disparar qualquer uma das armas que tivermos seleccionada (no caso da granada temos mesmo que atirá-la arrastando com o dedo na direcção das tropas inimigas).

Para as missões é possível convidar um amigo online, para ir para o campo de batalha connosco em modo co-op, o que é muito interessante e divertido. Aproveitem para experimentar o jogo quanto antes, que há muitos prémios a ganhar agora nos primeiros dias do seu lançamento, especialmente porque é grátis e é mais um belíssimo jogo da Chillingo.





Por: Bruno Ramalho

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Fire Emblem Heroes vai chegar aos smartphones


A Nintendo tardou em reconhecer o potencial das plataformas mobile concorrentes para promover os seus títulos, mas finalmente parece começar a fazê-lo. Depois do Super Mario Run, é a vez de Fire Emblem chegar também aos smartphones, e ajudar a dar maior visibilidade a esta saga que conta com uma legião de fãs entre os utilizadores das consolas da Nintendo.

Numa Nintendo Direct dedicada exclusivamente a Fire Emblem, a Nintendo revelou hoje que a série se expandirá em breve com títulos não só para a Nintendo Switch e a Nintendo 3DS como também – pela primeira vez – para dispositivos móveis.

Fire Emblem Heroes para dispositivos móveis: Fire Emblem Heroes assinala a estreia da série Fire Emblem em dispositivos móveis. Neste RPG de estratégia em que dois reinos disputam um conflito renhido, o seu papel será formar um exército convocando heróis provenientes de mundos Fire Emblem de toda a série e travar com eles batalhas táticas, agora otimizadas para jogo móvel. Após o lançamento do jogo serão disponibilizados gradualmente novos conteúdos e personagens, o que lhe proporcionará ainda mais horas de entretenimento. Fire Emblem Heroes estará disponível para download gratuito, mas oferecerá a possibilidade de aquisição de conteúdos. Visite o site de Fire Emblem Heroes para informações sobre o pré-registo do jogo.

Em preparação para o lançamento de Fire Emblem Heroes, a Nintendo dá hoje início ao evento Fire Emblem Heroes: Choose Your Legends. Visite o site para selecionar as personagens da série Fire Emblem que gostaria de ver em Fire Emblem Heroes e o herói e a heroína que reunirem o maior número de votos aparecerão no jogo. Se tiver uma Conta Nintendo receberá pontos de platina bónus pelo seu voto.

Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia: O segundo título da série, Fire Emblem Gaiden, foi lançado exclusivamente no Japão em 1992. Os fãs europeus gostarão de saber que poderão agora usufruir deste clássico nas suas consolas Nintendo 3DS. Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia é inspirado no original e embora ofereça a experiência clássica que tornou a série única, todos os aspetos do jogo foram reformulados e para além de diálogos com voz, poderá agora contar com elementos de exploração de masmorras, entre muitas outras novidades. Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia chega às consolas Nintendo 3DS no dia 19 de maio. Pode esperar também figuras amiibo dos dois protagonistas do jogo, Alm e Celica – mantenha-se atento a mais informações sobre a sua data de lançamento.

Cruzamento de Fire Emblem com a série Warriors, da KOEI TECMO GAMES: Fire Emblem Warriors está atualmente a ser desenvolvido para a Nintendo Switch e as consolas New Nintendo 3DS e New Nintendo 3DS XL em separado. O jogo está a cargo da equipa responsável por Hyrule Warriors e tem lançamento agendado para o outono.

Fire Emblem para a Nintendo Switch: Depois de Fire Emblem: Radiant Dawn para a Wii em 2008, a série Fire Emblem regressa às consolas de uso doméstico, desta vez com a possibilidade de jogo portátil! O título tem lançamento agendado para 2018. Recordamos que já no dia 3 de março chega às lojas a Nintendo Switch, a nova consola da Nintendo que passa de doméstica a portátil para lhe permitir jogar quando, onde e como quiser.



Nintendo Switch em pré-venda na Worten por €329.99


Se já estiverem decididos a comprar uma Nintendo Switch, a mesma já está em pré-venda na Worten, tanto nas versões da Nintendo Switch em cinzento, como a Nintendo Switch com os Joy-Cons em vermelho e azul, ambas por 329.99 euros.

O jogo 1-2 Switch (que bem que deveria ter sido incluído gratuitamente com a Switch) vai custar 42 euros, e o obrigatório Legend of Zelda: Breath of the Wild custa 59 euros (ou 84 euros, na versão especial). Outros como Splatoon 2, Mario Kart 8, e Super Mario Odyssey, só chegam mais tarde.

Não fosse a minha última "pré-compra" na Worten (para os PS VR) ter sido uma autêntica anedota (cancelaram-me a pré-encomenda, dizendo que deveria fazer a compra normal... depois de lá terem ficado com o sinal durante cerca de meio-ano)... e quase me sentiria tentado. (Nota: refira-se que as últimas compras que fiz na Worten Online, após todos os anteriores incidentes negativos, correram todas bem.)
Related Posts with Thumbnails