quarta-feira, 17 de junho de 2015

Xbox One ganha compatibilidade com Xbox 360 e novo controlador na E3


A Microsoft esteve presente em força na E3, e o evento da Xbox foi um dos mais preenchidos até ao momento, e estando repleto de novidades - não só a nível de jogos, como também com coisas inesperadas (mas desejadas) como a compatibilidade com jogos Xbox 360, e um novo gamepad Elite que eleva ainda mais aquele que já era considerado o melhor gamepad da actualidade.

Halo, Gears of War, Tomb Raider, eram jogos que já se esperavam ver neste evento Xbox; mas também tivemos direito a coisas como o XBox Game Preview (idêntico ao Steam Early Access) que nos permite experimentar jogos enquanto estão a ser desenvolvidos (fica com o The Long Dark e Elite: Dangerous já para arranque do serviço). O que não se esperava era que a MS lançasse já a muito requisitada retro-compatibilidade com jogos Xbox 360. Os jogadores poderão inserir o jogo original da Xbox 360 no drive, descarregar uma versão digital adequada para o Xbox One... e revisitar os seus jogos passados - sem ter que voltar a pagar por isso.


Para quem leva os jogos bem a sério, a Microsoft propõe o seu novo gamepad Elite, com botões reconfiguráveis para melhor se adequar a todo o tipo de jogos e preferências dos jogadores. O problema? Vai ser brinquedo que vai custar 149 dólares! (Valor que provavelmente mais se justificará poupar para investir nuns Oculus Rift... digo eu - que ainda por cima terá uma versão do Minecraft preparada para dele tirar partido)


Regressando aos jogos: Forza 6 (a 1080p60) chega a 15 de Setembro; temos o divertido Cuphead que parece ter saído directamente da mente de Walt Disney; para além do GoW 4 também teremos o Gears of War: Ultimate Edition, versão remasterizada dos originais; Rise of the Tomb Raider chega a 10 de Novembro; e para além de uma remodelação do interface que abanona os tiles e adopta um interface mais ao estilo da PlayStation (mas na vertical), a Xbox One fica mais amiga dos computadores com Windows 10, para os quais poderá fazer streaming dos seus jogos... desde que não sejam jogos que usem o Kinect.

Aliás, o Kinect é o grande ausente e derrotado desta E3, com a Microsoft a não lhe fazer qualquer referência... Confirmando aquilo que se temia quando a MS reconsiderou e fez do Kinect um acessório opcional para a Xbox One. Se é "opcional", poucos developers se vão dar ao trabalho de lhe dar uso. :(














Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails