quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Google prepara consola de jogos via streaming?


A Google vai tentar ter sucesso onde outros tentaram (e falharam) apostando numa plataforma de jogos via streaming que, à partida, tornará irrelevante as constantes actualizações de hardware para ter acesso aos jogos com melhor qualidade gráfica.

Embora o Android se vá assumindo (lentamente) como plataforma de jogos, com jogos com cada vez melhor qualidade, a Google parece querer aumentar a pressão sobre as plataformas de jogos fixas, como a Xbox da MS, a PlayStation da Sony... e até os PCs. Ao que parece, depois de inicialmente ter considerado um serviço de streaming de jogos que trabalharia com o Chromecast, a nova aposta é criar mesmo uma consola dedicada, projecto que tem o nome de código Yeti.

Ao funcionar via streaming, a Google escapa à necessidade de criar uma consola hiper-potente ao estilo da PS4 Pro e XBox One X (que teria custo elevado) e tira partido do imenso poder de processamento que tem na cloud para fazer todo o processamento que for necessário. Do lado dos utilizadores, tudo o que é preciso é uma ligação à internet minimamente decente - basicamente, se têm uma ligação que permita ver YouTube ou Netflix em Full HD... não será preciso mais (claro que há a questão do lag, mas nesse aspecto a Google será das mais bem posicionadas para lidar com isso, contando com a sua mega-infraestrutura espalhada pelo mundo).

Se bem implementado, a Google poderá causar algum desequilíbrio no sector. Especialmente entre os consumidores que se vão cansando de ser "obrigados" a actualizar o computador ou consolas a cada 2 ou 3 anos para se manterem na linha da frente - e isto numa altura em que também as consolas se deixaram contagiar pela moda das actualizações ao estilo PC (até à chegada da Xbox One X e PS4 Pro, esperava-se que cada geração de consolas nascesse e se mantivesse inalterada ao longo de todo o seu tempo de vida, até à chegada de uma nova geração meia dúzia de anos mais tarde). Uma coisa é certa... assim passa a fazer muito mais sentido a recente contratação de Phil Harrison, que trabalhou 15 anos na PlayStation e 3 anos na Xbox. Vamos ver no que isto resulta...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails