terça-feira, 6 de novembro de 2012

Halo 4


A mais recente aventura de Master Chief chega hoje às lojas: Halo 4 está de regresso... e que regresso é! Muitos fãs poderiam estar preocupados com o facto da "separação" entre a Microsoft e a Bungee, empresa responsável pela produção dos primeiros 3 jogos, pudesse ter consequências negativas. Mas, a 343 Industries, empresa que foi criada especificamente para supervisionar o desenvolvimento dos futuros jogos Halo... demonstrou estar à altura do acontecimento (aliás, várias pessoas da Bungee passaram para a 343i).

Antes de começar, interessará também dizer que este Halo 4 é o primeiro de uma nova trilogia de jogos Halo com que poderemos contar para os próximos anos... e por isso mesmo, antes de mais... é bom relembrar que ainda há mais para vir.

Halo 4 chega até nos com 2 DVDs... mas não se preocupem pois não terão que se preocupar com trocas de disco a meio da aventura: todo a campanha de jogos está contida no primeiro DVD; ficando o segundo para as missões Spartan Ops, que podem ser instaladas no disco para nunca mais se precisarem dele.

Coloque-se o primeiro disco de Halo 4 na Xbox 360... e disfrute-se....





Uma coisa que se torna evidente logo desde o início é que este é o Halo com melhores gráficos até à data. Logo desde o início somos confrontados com cenas em CGI que nos fazem pensar duas vezes sobre se serão mesmo CGI ou vídeo. Uma sensação que se repetirá várias vezes ao longo do jogos sempre que há cut-scenes com rostos que servirão de inspiração para o que se poderá fazer no futuro com as próximas gerações de consolas. Para uma consola já a entrar no seu último ano de vida... não deixa de ser um feito impressionante "espremer" todos estes pixeis e efeitos da Xbox 360.


Mas um jogo é muito mais que "gráficos bonitos". Em Halo 4 comandamos o célebre Master Chief, como sempre acompanhada pela sua inseparável aliada Cortana - uma Inteligência Artificial holográfica que neste jogo também se debate com uma batalha contra a sua própria data de validade; e cuja tentativa de salvação também serve de fio condutor de toda a história.


Mas... claro que temos também os maus da fita, as habituais criaturas super-poderosas que querem dominar todo o Universo e erradicar a humanidade.

Como sempre, a história é melhor ser mantida em segredo... pois senão estraga a "piada" toda...

Posso apenas dizer que Halo 4 deixa de ser um jogo FPS "puro e duro" para se tornar mais numa história interactiva que nos dá a conhecer mais um pouco das origens do Master Chief e dos Spartans, e que sem dúvida será continuada nos próximos dois Halo que estão para vir.

Para mim, foi uma mudança para melhor... mas se já perderam dezenas de horas a jogar a trilogia Mass Effect, sem dúvida que irão passar por muitos momentos em que irão ficar a pensar que não faltam "coincidências" entre Halo 4 e essa saga.


A nível de cenários, temos variação com fartura, dos níveis passados no interior de imensas naves espaciais, a níveis em terrenos áridos e montanhosos, e também fabuloso níveis passados em autênticas florestas tropicais alienígenas - retratados com enorme detalhe e qualidade gráfica.




Não menos interessante, há níveis em que temos possibilidade de tomar os controlos de alguns dos veículos que já conhecemos dos jogos anteriores, desde os manobráveis e velozes jipes Warthog, aos tanques Scorpion, ou até às naves de desembarque (e ataque) Pelican.


E como se isso não fosse suficiente, podemos também tomar os controlos de um Mantis, um mech que bem gostaríamos de ter ao nosso dispôr durante todo o jogo... :)



Num dos níveis até vamos dar uso a um veículo "gigante" para destruir os nossos inimigos...

Quanto aos inimigos que têm pela frente... há uns que são bastante "engraçados" (leia-se: chatos!) pois contam com suporte de uns drones aéreos que lhes dão escudos para os proteger, e que os podem reviver se não forem rápidos a destruí-los a ambos.


Se escolherem o nível de dificuldade máximo... preparem-se para suar bastante!


Quanto ao disco 2, serve para nos dar o primeiro gosto das Spartan Ops, missões extra que são acompanhadas por um pequeno vídeo, que servirá como uma campanha adicional para manter o interesse continuado. Novos "episódios" são prometidos a cada semana, transformando este Halo 4 em algo que se aproximará bastante do que se poderá chamar uma série interactiva.

Com uma forte componente multiplayer, também aí este Halo 4 deverá ter todos os elementos necessários para garantir que a comunidade se "transfira" de armas e bagagens para este novo Halo. Infelizmente, como o jogo só hoje fica oficialmente disponível, não pude dar uso ao multiplayer na internet... mas a partir de agora já o irei fazer.


Halo 4 quebra um pouco com a tradição dos Halo anteriores, ao oferecer-nos uma aventura que se parece ter inspirado num igualmente bem sucedido Mass Effect. Pessoalmente, acho que o conseguir fazer da forma desejável - ou seja: indo buscar os bons elementos que nos fazem gostar dos personagens, mas sem com isso perder a sua identidade própria conseguida ao longo de todos os jogos Halo anteriores.

No final, são muitas as perguntas que ficam no ar... e que nos vão fazer desesperar pela chegada do Halo 5 e Halo 6... Mas, entre campanhas de Spartan Ops e jogos multiplayer, muita coisa vai haver para nos manter o cérebro ocupado, e fazer com que o tempo passe a voar até ao dia em que Halo 5 chegue até nós.

Uma coisa que não posso deixar de pensar é mesmo: se uma "obsoleta" XBox 360 é capaz de nos oferecer um jogo como Halo 4... a sua sucessora vai certamente fazer-nos esquecer que estamos perante um jogo, e apresentar-nos algo que bem poderíamos ver num qualquer filme de renome dos estúdios de Hollywood!

E por falar em produções de hollywood, destaque especial para toda a banda sonora e efeitos sonoros. É um dos elementos que faz com que este Halo 4 deva ser jogado com o volume bem alto (de preferência com headphones, para que os vizinhos não pensem que está a ocorrer uma invasão de extra-terrestres em nossa casa. :)

Halo 4, um jogo obrigatório para todas as Xbox 360!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails