quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Worse Things Happen at Sea [nostalgia ZX Spectrum]


A propósito da recente vaga de jogos antigos que chegaram ao Internet Archive, surgiu-me do baú empoeirado das memórias a lembrança de um velho jogo sobre um navio em que tínhamos que tapar os buracos para impedir que ele se afundasse. E depois de alguma procura, lá me reencontrei com este saudoso "Worse Things Happen at Sea" de 1984 para o ZX Spectrum.

A tarefa não foi fácil. Inicialmente pensei que o jogo pudesse ser para PC ou Amiga, o que me estava a levar quase constantemente para o Ports of Call (também um grande jogo refira-se, no qual perdi muitas horas). Mas não era esse.

Só depois de conferenciar um pouco com um amigo da altura, e ele me ter dito que também se recordava do jogo mas que pensava ser um jogo para o ZX Spectrum, é que se a coisa ficou encaminhada. Pesquisando por algumas palavras chave mas direccionadas para o Spectrum, não demorou a descobrir o que procurava: este Worse Things Happen at Sea.


Neste jogo controlamos um robot que tem por missão ir tapando buracos que vão aparecendo num navio, e bombeando a água de forma a que ele se mantenha à tona até chegar ao porto de destino. Também temos que ir acertando o rumo, e manter o olho na temperatura do motor, tendo que lhe deitar óleo se for necessário. O robot também vai gastando energia (a velocidade acelerada quando fica debaixo de água) e também ter que ser recarregado regularmente.

É uma mecânica de jogo simples, mas que curiosamente se mantém tão desafiante nos dias de hoje como o era na altura, e o que é certo é que quando dei por ela, já ia no quarto nível (quando o propósito era apenas "ver como era").

Contrariamente com o que aconteceu com outros jogos que deixaram boas memórias nostálgicas, e que ao serem revisitados se revelam verdadeiras atrocidades, este - felizmente - conseguiu resistir ao passar do tempo e não desiludir. :)


Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails