quinta-feira, 3 de julho de 2014

EA culpada de publicidade enganosa no Dungeon Keeper "gratuito"


O director da EA já reconheceu que o Dungeon Keeper foi um episódio infeliz, mas o (re)lançamento deste clássic para as plataformas mobile ainda vai dar muito que falar: tendo agora sido considerado como publicidade enganosa.

É que a EA apresentou este jogo como sendo gratuito - mas o jogo rapidamente se revelou ser um verdadeiro pesadelo, tendo tudo o que de pior e mais abusivo se poderia imaginar num jogo - impedindo continuamente e recorrentemente todo o processo de jogo a não ser que os jogadores "investissem" nas compras in-app, causando grande fúria na comunidade de jogadores.

A esta queixa a EA contrapôs que as compras são opcionais, e de que não afectavam o funcionamento normal do jogo; mas a entidade reguladora britânica não concordou, e que a promessa de um jogo gratuito era enganosa face às limitações encontradas e a inexistência da quase "obrigatoriedade" de fazer as compras in-app.

Será mais um caso que virá ajudar a por ordem em todos os que pretendam abusar da fórmula free-to-play, onde usando o "chamariz" de um jogo gratuito se escondem limitações que praticamente obrigam a que se pague pelo jogo. E se jogo havia que merecia encabeçar esta batalha e servir de (mau) exemplo, seria certamente este Dungeon Keeper.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails