quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Rainbow Six Siege mostra como o DLC pode ser feito correctamente


Os DLCs (conteúdos extra para os jogos) tornaram-se numa praga cujo propósito foi completamente subvertido nos últimos anos, passando de algo que os developers disponibilizam para melhorar um jogo comprado... para uma forma de extorquir dinheiro extra aos jogadores que acabam por estar a comprar apenas "meio-jogo" quanto este é lançado. Mas... ainda há esperança, como nos mostra o Rainbow Six Siege da Ubisoft.

Surpreendentemente, a Ubisoft decidiu disponibilizar todos os mapas e modos extra gratuitamente para todos os jogadores; o que vai evitar uma das mais comuns formas actuais de "matar" um jogo: os DLCs que fazem com que uns amigos tenham acesso a uns mapas, mas outros não o tenham começando a fragmentar os grupos de fãs, que inevitavelmente voltam as suas atenções para outros jogos onde possam jogar todos juntos. Isto é algo que tem assassinado grandes jogos (não posso deixar de referir o que aconteceu com Titanfall - onde só depois de terem estragado tudo com os DLCs é que vieram, tarde demais, oferecer todos os conteúdos gratuitamente... altura em que a maioria dos jogadores já tinha partido para outros lados).

Ainda assim, se há estúdios que tentam evitar esta situação, há outros que continuam a insistir na vertente monetária de sacar o máximo possível dos jogadores. O Star Wars Battlefront, um dos jogos mais mediáticos dos últimos tempos, mostra-nos o reverso da medalha. Não só este jogo volta a apostar nos DLCs com fartura (verdade seja dita, alguns são gratuitos)... como pede $50(!) pelo season pass, que praticamente duplica o custo do jogo (e daí ter referido no início que nos estão a vender "meio-jogo", mas pelo dobro do preço que seria normal.)

E... não podemos ignorar que muito deste DLC se resumem a mapas extra para os jogos... o tipo de conteúdos que há uma década atrás era o tipo de coisa que um estúdio disponibilizaria de forma gratuita para ir prolongando a longevidade e interesse no seu jogo - e que agora já fazem passar por normal como sendo merecedor de um quarto ou um quinto do preço total do jogo!


Como sempre... há uma forma bem simples de demonstrar o nosso desagrado por estas tácticas... simplesmente não comprar os DLC nem season passes, nem tão pouco embarcar na pré-compra de jogos antes de serem lançados (inacabados e cheios de bugs); até que finalmente percebam que há limites para tudo.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails