segunda-feira, 19 de outubro de 2015

NES faz 30 anos


Tristes por verem o vosso jogo favorito baixar dos 60fps em qualidade HD, e de não terem dinheiro para comprar uma placa gráfica que permita jogar em Ultra HD 4K? Há 30 anos atrás esse tipo de preocupações não existia, e em vez disso o mundo maravilhava-se com cada novo jogo que ia saindo para a NES (Nintendo Entertainment System).

A NES chegou ao ocidente em 1985 (à Europa só chegaria no ano seguinte), e tinha no seu interior um fantástico CPU baseado num MOS 6502, com um processador gráfico dedicado para lidar com os elementos gráficos que dominavam aquela era: os sprites. A resolução standard era de 256x240 pixeis (podem comparar com a dos smarwatches actuais), e a NES podia mostrar um total de 64 sprites no ecrã em simultâneo. Tudo isto com apenas 2KB de memória RAM, e cartuchos de jogos que podiam ir dos 8KB a uns inacreditáveis 1MB (como no jogo Metal Slader Glory).

A nível sonoro, a NES já suportava 5 canais de som, como ainda recentemente abordamos a propósito da evolução sonora da música nos jogos.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails