quarta-feira, 15 de julho de 2015

Retro City Rampage tem direito a versão MS-DOS


Depois da versão para a NES, o jogo Retro City Rampage também fez questão de ter uma versão funcional para MS-DOS.

Poucos esperariam que em 2015 alguém se desse ao trabalho de lançar um jogo para MS-DOS, fazendo-nos regressar aos tempos em que a memória se media em kilobytes e megabytes, e onde a barreira dos 640KB tinha que ser ultrapassada à custa de configurações específicas no CONFIG.SYS e AUTOEXEC.BAT para garantir a maior quantidade de memória livre disponível abaixo desse limite. Mas é precisamente o que acontece com Retro City Rampage.

Uma das partes mais complicadas, para além de reformular toda a gestão de memória, foi fazer com que o instalador de jogo coubesse numa única disquete (1.38MB). Um trabalho que se tornou cada vez mais complicado à medida que se iam removendo e optimizando coisas, e onde cada KB extra se tornava progressivamente mais difícil de poupar. Mas ao fim de alguns meses de muito trabalho, lá conseguiram atingir o seu objectivo.

... Não deixará de ser curioso ver como é que um jogo para MS-DOS correrá hoje em dia, em máquinas milhares de vezes mais rápidas do que os computadores que eram comuns no tempo em que o MS-DOS era comum. Ou no mínimo, fazer-nos repensar se faz sentido admitir-se que os jogos actuais ocupem dezenas e dezenas de gigabytes, muitas vezes com actualizações de mais alguns gigabytes a cada duas ou três semanas.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails