quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Star Swarm mostra a potência do Mantle com 5000 naves no ecrã


Mal podemos esperar para começar a ver os jogos "next-gen" a chegar às novas consolas e mais recentes PCs, e o Nitro game engine mostra-nos já algumas das suas capacidades, permitindo jogos RTS em que em vez de algumas centenas de unidades nos permite ter 5000 no ecrã simultaneamente. No entanto, para que isso aconteça - como demonstrado no jogo Star Swarm - é necessário ter um sistema com que suporte o Mantle, a nova tecnologia da AMD que permite tirar total partido dos núcleos de processamento do CPU e GPU.


Num sistema usando DirectX, o Star Swarm correria apenas a 10fps - usando o Mantle, esse valor sobe para uns mais aceitáveis 30fps - e isto num modesto "Kaveri".

Independentemente do que acharem sobre esta nova "fragmentação" que ameaça levar-nos de volta aos dias em que tínhamos jogos optimizados para as 3DFX e outros que se limitavam a usar OpenGL genérico (para não falar dos jogos específicos para as PowerVR), parece-me ser essencial aumentar a eficiência com que o hardware actual é utilizado: se o DirectX se começa a tornar demasiado pesado e complexo ao ponto de afectar tão negativamente o desempenho... é bom que surja algum concorrente que o obrigue a fazer qualquer coisa quanto a isso.

Por nós... esperamos por estes novos jogos que nos deixem de queixo caído a olhar para o ecrã sem conseguirmos acreditar naquilo que estamos a ver. :)


Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts with Thumbnails